Empreendedorismo social: o que é, importância e exemplos

14 de junho, 2022
5 minutos de leitura
Empreendedorismo

O empreendedorismo social é uma perspectiva que redireciona o foco dos negócios para as transformações nas comunidades. Há várias iniciativas desse tipo em andamento no Brasil e ao redor do mundo, mostrando que é possível aliar valores sociais ao empreendedorismo.

Neste artigo, você vai conhecer o conceito de empreendedorismo social e as suas principais características. Com a leitura, também vai ver alguns exemplos de organizações que consolidaram ações nesse sentido no país. Confira!

O que é empreendedorismo social?

Primeiro, vamos conceituar o que é empreendedorismo social. Essa vertente abrange negócios que adotam práticas com impactos positivos nas comunidades. Nesse modelo, o lucro não é o objetivo principal da empresa. Em vez disso, a repercussão na sociedade ganha uma importância central.

Nesse sentido, as organizações podem atuar em diversas frentes. É possível apostar em medidas sustentáveis para colaborar com a redução dos efeitos ao meio ambiente. Também dá para aplicar ações que visam diminuir as desigualdades sociais ao contribuir com projetos educativos para populações de baixa renda.

No entanto, é necessário dizer que esse tipo de ação não deve ser pontual para as empresas. Para que o empreendedorismo social seja colocado em prática, as iniciativas devem ser mais significativas e promover mudanças consideráveis na vida das pessoas.

Por que o empreendedorismo social é importante?

O empreendedorismo social é relevante porque vai além da responsabilidade social que motiva as empresas. Essa dimensão do empreendedorismo extrapola esse conceito e se estabelece de maneira estruturada nas organizações.

Nessa perspectiva, o desenvolvimento de negócios com vocação social consegue atender a demandas de populações mais vulneráveis. As medidas ainda contribuem para melhores condições de vida, bem-estar das pessoas e preservação dos ecossistemas naturais.

Por outro lado, o empreendedor social também conta com a possibilidade de se conectar com os seus clientes além da relação comercial. Esse modelo tende a provocar interações e gerar apoio de forma mais espontânea devido ao propósito coletivo que guia o negócio.

Quais são as características do empreendedorismo social?

É possível pontuar algumas características do empreendedorismo social que contribuem para o sucesso desse tipo de iniciativa. Confira mais detalhes sobre cada uma delas adiante.

Ação local

As iniciativas partem, muitas vezes, da atuação local para contribuir com a resolução de problemas sociais. O empreendimento deve fazer diferença nas comunidades e, então, inspirar novas iniciativas em outros espaços.

Ganhos financeiros

Ainda que o foco seja voltado para iniciativas sociais, isso não quer dizer que a empresa não possa ser sustentável financeiramente. Afinal, a execução do projeto depende da viabilidade econômica do negócio.

Gestão eficiente

Como resultado, o empreendedorismo social também depende de uma gestão efetiva. Com o desenvolvimento desse ponto, é possível otimizar processos, facilitar o trabalho das equipes, mensurar resultados e ainda melhorar o planejamento das organizações.

Inovação

O empreendedor social deve investir constantemente em inovação e aprendizado. Essa característica é fundamental para a manutenção e a expansão dos negócios, que precisam se adaptar às demandas sucessivas do mercado.

Duas pessoas trabalhando em exemplo de empreendedorismo social

Conheça 4 exemplos de empreendedorismo social no Brasil

O empreendedorismo social no Brasil se estabelece por meio de organizações que investem em diversos setores, como educação, saúde, empreendedorismo e meio ambiente. Confira alguns exemplos!

Instituto Chapada

O Instituto Chapada é uma entidade voltada para a melhoria da qualidade da educação pública. Assim, oferece apoio à formação de professores e gestores de escolas. Além disso, contribui para criar redes colaborativas que ajudam a sustentar o ensino formal e as políticas públicas educacionais.

Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer

Fundado em 1991, o Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer é voltado para o ensino, a pesquisa, o diagnóstico e o tratamento do câncer infantojuvenil. A entidade prioriza cuidar de pacientes de baixa renda e busca garantir o direito de alcançar as possibilidades de cura com qualidade de vida.

PretaHub

Já a Pretahub é uma plataforma direcionada ao impulsionamento do empreendedorismo negro, sendo incubadora e aceleradora de iniciativas nesse caminho. Por isso, oferece cursos para capacitação e troca de experiências entre pessoas negras que empreendem.

Boomera

Produtos difíceis de reciclar, como fraldas descartáveis e bitucas de cigarro, são o foco de mais uma organização que é exemplo de empreendedorismo social. A Boomera criou uma metodologia chamada CircularPack, que transforma o lixo em uma linha de produtos por meio de tecnologia, design e cooperativas de catadores.

Yuool: responsabilidade social, inovação e sustentabilidade

Gostou de aprender mais sobre essa vertente do empreendedorismo? A Yuool é uma startup que valoriza inovação e sustentabilidade, certificada com o Nativa Precious Fiber, selo que tem como fundamentos bem-estar animal, rastreabilidade, sustentabilidade e responsabilidade social corporativa.

Com isso, todos os fornecedores da empresa podem ser mapeados e rastreados em relação às suas ações. Além disso, para receber esse certificado, a empresa passa por um longo processo de comprovação de bons tratos animais e práticas sustentáveis.

A Yuool cria calçados sustentáveis, confortáveis, minimalistas e atemporais. Portanto, os produtos podem durar mais tempo e ser usados em várias ocasiões. Dessa maneira, contribuem para diminuir a geração de resíduos e os impactos ao meio ambiente.