• Sustentabilidade

    Upcycling: saiba o que é e como esse conceito é usado na moda

    Aprender sobre o termo upcycling é importante para quem repensa os próprios hábitos de consumo e busca colocar em prática atitudes que promovam menor impacto ambiental.

     

    Neste artigo, você confere o que é upcycling e quais são as diferenças entre esse termo e a reciclagem, bastante usada quando se fala de sustentabilidade.

     

    Aqui, você também vai entender qual é a aplicação desse conceito no cenário fashion. Por fim, detalhamos a importância dessa prática para as marcas e os consumidores. Boa leitura!

     

    O que é upcycling: conheça a origem desse termo

     

    O conceito de upcycling não é exclusivo do mundo da moda, embora seja aplicado a essa área. O upcycling trata de dar um novo uso a materiais que seriam levados ao lixo. A prática surge com o objetivo de ampliar o ciclo de vida desses itens.

     

    O termo foi cunhado pela primeira vez em 1994, pelo ambientalista alemão Reine Pilz. Depois disso, no ano de 2002, a expressão foi popularizada ao ser usada no livro Cradle to Cradle (Do berço ao berço), de William McDonough e Michael Braungart, que defende um trajeto circular de criação e a reutilização de recursos.

     

    Ligado ao reaproveitamento de objetos, esse conceito pode ser usado em diversos campos além da moda, em áreas como arte, decoração e arquitetura, por exemplo.

     

    Reciclagem X upcycling: entenda as diferenças

     

    Depois de conhecer mais desse conceito, você pode ter dúvidas sobre qual é a diferença entre reciclagem e upcycling. Por um lado, a reciclagem refere-se a um processo mais aprimorado de transformação de um produto.

     

    Para uma peça ser reciclada, é necessário passar por processos químicos e contar com o auxílio de máquinas. Inclusive, a Yuool utiliza garrafa PET reciclada e rastreada na confecção dos calçados, garantindo uma segunda vida útil a esse material.

     

    Sob outra perspectiva, o upcycling envolve meios de modificação manuais, na maioria. No cenário da moda, por exemplo, essa prática pode envolver a utilização de um tecido de um vestido que seria jogado na lixeira na criação de um short.

     

    Como o conceito de upcycling aplica-se na moda

     

     

    A aplicação do upcycling na moda abrange a ideia de repaginar uma peça do vestuário para deixá-la ainda melhor. Entre os exemplos, estão as marcas que garimpam itens vintage, transformando-os em looks exclusivos.

     

    Também há empresas que reaproveitam tecidos utilizados na criação de coleções antigas para elaborar novos produtos, que podem voltar para as vitrines.

     

    Além das roupas, essa prática sugere releituras para bolsas, sapatos e acessórios. Assim, marcas de joias podem reutilizar itens que seriam descartados para dar vida a novas peças, por exemplo.

     

    Todo esse processo de reaproveitamento também envolve custos. Afinal, não é só obter o material que será reutilizado. Assim, a prática ainda contempla a higienização das peças e as despesas para a aplicação dessa nova técnica.

     

    Qual é a importância dessa prática nos dias de hoje

     

    O upcycling tornou-se tendência nos últimos anos, acompanhando a demanda de clientes cada vez mais preocupados com a sustentabilidade. De acordo com estudos da Ellen MacArthur Foundation, 71% dos consumidores manifestam mais interesse em negócios circulares, a exemplo de consertos, aluguéis e revendas.

     

    O reaproveitamento também é importante diante dos impactos ambientais da indústria da moda. Segundo estimativas, esse setor corresponde entre 8% e 10% das emissões globais de gases poluentes. Além disso, avalia-se que cerca de US$ 500 bilhões são perdidos por ano com o descarte de roupas ao lixo.

     

    Outro dado impactante: o segmento da moda é o 2º da economia que mais consome água. Além disso, essa indústria é responsável por cerca de 20% das águas residuais do mundo.

     

    Nesse sentido, quando uma marca de roupas escolhe adotar o reaproveitamento de materiais, também pode contribuir para a redução do consumo de algodão. De outro modo, essa iniciativa ainda colabora com a diminuição do consumo de água e energia.

     

    Yuool: moda com responsabilidade ambiental

     

    Curtiu conhecer o termo upcycling? Aproveite para saber mais sobre os pilares de sustentabilidade da Yuool. Além de criar calçados confortáveis e minimalistas, asseguramos o cuidado com os impactos ambientais em toda a nossa cadeia de suprimentos.

     

    Para começar, a matéria-prima que utilizamos na fabricação é abastecida por empresas que também contam com certificados de sustentabilidade. Os nossos tênis ainda são produzidos com a preocupação de bons tratos aos animais.

     

    Também defendemos que o uso de materiais sustentáveis não esteja limitado à produção dos nossos calçados. Assim sendo, investimos em sustentabilidade na maneira que os itens são entregues aos consumidores. Por isso, todas as caixas dos calçados da Yuool são feitas de itens reciclados.

     

    Por último, o molde que acompanha os nossos tênis é feito de bagaço de cana-de-açúcar e projetado para gerar menos resíduos. Já o folheto com os atributos dos produtos é feito com material reciclado e em formato de marcador de livro para ser reutilizado na rotina.