Gestão sustentável: conheça o tripé da sustentabilidade

08 de maio, 2023
5 minutos de leitura
sustentabilidade
Gestão sustentável: conheça o tripé da sustentabilidade

Você já ouviu falar em tripé da sustentabilidade? Esse conceito tem sido cada vez mais debatido nos últimos anos por conta da preocupação global com os impactos causados pela ação humana no meio ambiente. A ideia vem sendo pouco a pouco implementada nas empresas e é de extrema importância para qualquer negócio.

Por isso, se você quer saber o que é tripé da sustentabilidade e se aprofundar no tema, este texto é para você. Vamos contar tudo o que você precisa saber sobre esse importante conceito e quais são as aplicações práticas dele. Continue a leitura para ficar por dentro de todos os detalhes!

 

 

O que é tripé da sustentabilidade?

O Triple Bottom Line, ou tripé da sustentabilidade, é um modelo de gestão sustentável criado em 1994 por John Elkington. O conceito se baseia na busca por uma visão holística da sustentabilidade que não foque apenas no impacto ambiental, mas também social e econômico.

Dessa forma, a filosofia por trás desse conceito compreende que as empresas — independentemente do setor de mercado em que estão inseridas — são responsáveis por mudar seus hábitos e implementar estratégias sustentáveis de crescimento que sejam saudáveis tanto para o planeta quanto para as pessoas.

O modelo proposto por Elkington ficou conhecido como 3PL (“people”, “planet” e “profit”) e tem como ideia central servir como base para que empresas possam gerir e demonstrar seus avanços em cada uma dessas áreas. 

Assim, o tripé da sustentabilidade empresarial permite medir os objetivos sustentáveis de uma companhia e compreender onde se pode melhorar. Além disso, vale destacar que, de acordo com os princípios do tripé da sustentabilidade, uma empresa precisa agir nos três pilares para se considerar sustentável. 

Com a demanda do público cada vez mais voltada para marcas responsáveis, tanto no aspecto social quanto no ecológico, é preciso saber quais ações uma organização deve tomar para se tornar sustentável. A seguir, desdobramos cada um dos aspectos que compõem o tripé da sustentabilidade. 

Social

A responsabilidade social tem a ver com as pessoas que se relacionam com a marca e pode ser analisada tanto interna quanto externamente. De maneira interna, o aspecto social está ligado à maneira como os colaboradores são tratados, abrangendo desde salários justos até boas condições de trabalho e inclusão. 

Já externamente, o pilar do tripé da sustentabilidade social está relacionado ao impacto da empresa na comunidade na qual está inserida. Pode se expressar por meio de iniciativas como valorização da mão de obra local e projetos sociais.  

Ambiental

O aspecto ambiental é o que primeiro vem à mente quando pensamos em sustentabilidade. O foco é no controle do uso de recursos naturais, sempre se atentando à poluição das águas, à emissão de gases e ao uso de energia e de terra. 

É importante frisar que para uma empresa se denominar sustentável dentro do tripé da sustentabilidade ambiental, é necessário haver uma continuidade e um controle das ações da companhia para a preservação dos recursos naturais, e não apenas ações pontuais.  

Econômico

O pilar econômico do tripé tem relação com o impacto que uma empresa gera tanto na economia local quanto a nível nacional e até mesmo internacional. Do lado da empresa, é importante que ações sejam pensadas e que produtos sejam vendidos de forma que o lucro obtido seja suficiente para manter a empresa saudável. 

Por outro lado, o preço do produto também deve ser justo para o cliente. Além do lucro e do preço do produto, o aspecto econômico analisa o impacto que uma empresa tem em termos de geração de emprego, criação de riqueza e responsabilidade fiscal. 

Qual é a importância do tripé da sustentabilidade?

Agora você já sabe o que significa esse conceito, mas qual a importância do tripé da sustentabilidade para as empresas do século XXI? Como mencionamos, o tripé da sustentabilidade é essencial para a percepção de uma marca no mercado, já que os clientes cada vez mais buscam empresas consideradas responsáveis.

Para além disso, ter uma gestão sustentável é essencial para o próprio avanço do negócio a longo prazo, uma vez que cuidar do meio ambiente, das pessoas e do crescimento econômico fará com que a companhia tenha mais longevidade.

Yuool: sustentabilidade de ponta a ponta

Se você gostou de entender mais sobre o conceito de tripé da sustentabilidade, vai adorar conhecer a Yuool. Somos uma marca de calçados que carrega a sustentabilidade em seu DNA. Buscamos revolucionar o varejo com produtos altamente tecnológicos e inovadores em uma cadeia de produção sustentável.

Do ponto de vista do tripé, a Yuool conta com ações que atendem aos três pilares. Nos preocupamos com o bem-estar do planeta, das pessoas, dos animais e da economia de ponta a ponta da nossa cadeia produtiva. Por isso, trabalhamos para reduzir o descarte e entregar produtos de qualidade a preços justos.

Somos uma empresa com certificação B, um sistema internacional que valoriza negócios que equilibram propósito e lucro e que validam nossas ações em prol de criar um sistema econômico mais inclusivo, equitativo e regenerativo em todas as frentes. Ficou interessado(a)? Conheça já nosso catálogo completo!

 

banner yuool